terça-feira, 7 de novembro de 2017

As comunidades agropastoris

Há cerca de 10.000 anos o clima da Terra aqueceu e isso permitiu alterar a fauna e a flora. Em especial no hemisfério norte o clima aproximou-se mais daquilo que hoje conhecemos. Os animais do tempo dos recolectores, de maior porte desapareceram. O homem vai-se tornar agricultor e pastor. Vai tornar-se um produtor de alimentos. Isto vai permitir-lhe deixar de ser nómada para passar a ser sedentário.

Estas comunidades agropastoris encontram-se junto ao litoral, acompanhando também alguns rios, como o Douro, o Tejo e o Sado. As suas principais atividades eram a agricultura e a pastorícia. Por vezes ainda se dedicavam à caça e à pesca quando tal era preciso. 

Com as comunidades agropastoris verifica-se que os homens e as mulheres faziam diferentes tarefas conforme o que necessitavam de realizar. Surgem assim os artesãos que fabricavam diversos instrumentos e utensílios. Acompanhando a agricultura e a pastorícia, surge a olaria, a cestaria, a tecelagem, a metalurgia. A produção de objetos em cerâmica, a utilização de mós ou o fabrico de instrumentos em ferro ou bronze eram importantes para o seu modo de vida

Sem comentários:

Enviar um comentário