quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

A Reconquista Cristã

A conquista muçulmana não se fez sentir em toda a Península Ibérica. Os cristãos refugiando-se nas serranias do Norte e Noroeste da Península, iniciaram a reconquista do território, formando novos reinos que se foram alargando sucessivamente para sul. O primeiro desses reinos foi o das Astúrias, formado no século VIII, que depois seria chamado de Leão.

Neste processo de reconquista desempenhou grande papel a Igreja Católica que com a sua ideia de utilizar soldados que combatiam em nome da fé cristã (os cruzados) veio alimentar o desejo de muitos cavaleiros que viram aí forma de enriquecer, mas também de difundir a sua fé. 
Foi com D. Afonso VI, rei de Leão que um desses cavaleiros receberia um condado (O Portucalense) pela ajuda prestada no combate aos muçulmanos, justamente o conde D. Henrique, vindo da Borgonha.

O Condado Portucalense estendia-se entre um pouco a sul do Minho e ia até à zona do rio Mondego. D. Henrique deveria administrar o condado e prestar vassalagem ao rei de Leão. Este concedeu ao conde D. Henrique a possibilidade de casar com uma das suas filhas, D. Teresa. Após a morte do conde D. Henrique viveram-se períodos de grandes conflitos dentro do Reino de Leão e a luta entre D. Teresa e Afonso Henriques enquadram-se neste domínio pelo controle do poder dentro do Condado Portucalense e da sua integração no reino de Leão.

Sem comentários:

Enviar um comentário